Informação

Informação

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Contra Eurico, grupos de oposição do Vasco se reúnem para discutir chapa única



O Vasco pode ter uma chapa única de oposição contra Eurico Miranda nas próxima eleições do clube. Uma reunião entre nove grupos contrários ao mandatário, no clube Monte Líbano, na Lagoa, aproximou diferentes setores entre os sócios.
A Frente formada já possui nova data para se reencontrar e definir a agenda de ações até as eleições, que acontecerão em novembro. O próximo passo deve ser apresentar um projeto de gestão do clube para os próximos anos, decidindo em consenso, no futuro, o nome de um candidato à presidência no pleito.
A reunião foi promovida pelos Beneméritos e Grandes Beneméritos Luis Mussa, Olavo Monteiro de Carvalho e José Carlos Osório, e contou com representantes dos grupos "Expresso da Virada", "VascoMed", "Petrovasco", "Malta do Vasco", "Vascão Gigante", BNDESVasco, "Cruzada Vascaína", "Pensar Vasco" e "Sempre Vasco". O único grupo que não compareceu foi o "Identidade Vasco", que deve lançar chapa própria. 


Globoesporte.com

Viacom, da TV paga, agora é dona do Porta dos Fundos

Operadora é a detentora dos canais MTV, Nickelodeon, Nick Jr., Comedy Central, Paramount e VH1



A Viacom, empresa responsável por canais pagos como  MTV, Nickelodeon, Nick Jr., Comedy Central, Paramount e VH1, fechou negócio para se tornar dona do coletivo de humor portadosfundos.com.br. Além do canal principal no YouTube, um dos mais seguidos do país, o Porta dos Fundos possui canais menores, o site portadosfundos.com.br, séries de TV, games, aplicativos para plataformas móveis e uma linha de produtos licenciados.
Fundado em março de 2012 pelos humoristas Fábio Porchat, Gregório Duvivier, João Vicente de Castro, Ian SBF e Antonio Tabet, do site Kibe Loco, o canal do Porta dos Fundos no Youtube conta hoje com mais de 13 milhões de seguidores e um total de 3,1 bilhões de visualizações. A rotina do canal é a mesma desde o começo: a publicação de vídeos curtos alguns dias da semana — atualmente, às segundas, quintas e sábados, às 11h.
Esta não é a primeira vez que o conteúdo do Porta dos Fundos se aproxima da TV paga. O coletivo já teve parceria com a Fox, que exibia alguns de seus vídeos mais populares na internet. 

Veja

Nova Russas: Ação judicial no TSE dá parecer favorável ao candidato Chiquinho Diogo do PRTB


Depois de uma decisão monocrática em que houve ausência de precisão e evidência do ministro Napoleão Nunes, na noite dessa Terça-feira (18-04) na Sessão plenária do  Tribunal Superior Eleitoral julgou liminar e por decisão unânime deu parecer favorável pela elegibilidade do vereador Chiquinho Diogo do PRTB.
A 13ª vaga do Legislativo virou uma peça teatral com dosagens de insegurança jurídica e confusão eleitoral. Mais um fato inusitado que vai para os autos da política de Nova Russas, tida como uma das mais enigmáticas e conturbadas do Brasil, onde o jogo de interesses é capaz de transcender quaisquer situações vexatórias e desavergonhadas. Essa vaga sub judice, em 3 meses e meio mudou periodicamente que começou com a vacância por conta da indefinição de quem ficaria com a vaga. Na sessão inaugural, onde houve a eleição da mesa foram empossados 12 vereadores e durante algumas semanas, as sessões da câmara foram realizadas faltando um vereador. Chiquinho Diogo, estava inelegível, seu suplente José Roberto estava preso acusado de integrar quadrilha que praticava assalto a bancos e o professor Reginaldo Silva suplente direto. José Roberto conseguiu liberação da justiça para ser empossado, passadas algumas semanas e sem comparecer as sessões, a presidência da Câmara resolveu empossar Reginaldo Silva que depois de idas e vindas, num curto intervalo assumiu a vaga de Zé Roberto que se licenciou do cargo.
Agora em definitivo depois da decisão do STF, a vaga será assumida em definitivo pelo mais votado da coligação. A posse do Chiquinho Diogo deve acontecer tão logo o cartório eleitoral receber a notificação do STF autorizando a Câmara realizar o ato regimental.
O Candidato Chiquinho Diogo está previsto para ser empossado na Quarta-feira (26-04).

Blog do Max Weber

terça-feira, 18 de abril de 2017

Em 3 meses, cai a severidade da seca no Ceará


A seca do Ceará tem perdido força desde o início da quadra chuvosa deste ano, em fevereiro. É o que indica o acompanhamento da Agência Nacional das Águas (ANA), por meio do Monitor de Secas do Nordeste. Nos últimos três meses, o Estado conseguiu reduzir o índice de severidade da estiagem, saindo do mais crítico e avançado patamar da escala — o de “seca excepcional” — para níveis mais brandos, como o de “seca fraca” e “grave”. A tendência de melhora, no entanto, preocupa com a diminuição das chuvas registrada neste mês.
Em janeiro, antes do início do período chuvoso, o Ceará tinha 63,6% do território considerado em “seca excepcional”. O nível é caracterizada pela perda generalizada de pasto e o surgimento de situações de emergência em razão da escassez de água. Foi a situação mais dramática observada no Estado desde dezembro de 2015.
No último levantamento, referente a março, o Estado conseguiu alcançar uma condição mais favorável. Já não existem regiões do Ceará em seca considerada excepcional. A maior parte do território cearense (46,06%) está em seca fraca, seguida da condição grave (35,76%). Nesses níveis, ainda são observados problemas como a falta de recursos hídricos, mas os pastos apresentam melhora, assim como a agricultura.
Chuvas
O registro de chuvas acima da média a partir de fevereiro deste ano é a principal justificativa para essa evolução. É o que aponta o meteorologista David Ferran, da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). “A quadra chuvosa deste ano ainda nem terminou e já conseguiu superar todo o período do ano passado”, cita.
Em 2016, o acumulado de chuvas entre o período de maiores precipitações — fevereiro a maio — ficou com 327,4 milímetros (mm). Este ano, as chuvas já somam 450,2 mm de fevereiro até ontem, faltando cerca de um mês e duas semanas para o fim da quadra chuvosa.
Abril
A tendência de chuvas acima da média, contudo, pode ser interrompida neste mês. A esta altura, já com mais de duas semanas, abril ainda não conseguiu alcançar a metade da média histórica para o mês. As chuvas acumuladas até aqui foram de 90,6 mm. O normal observado para todo o mês abril é de 188,0 mm.
O volume de precipitações pode influenciar na redução da severidade da seca no Estado. “Essa melhora vai depender das chuvas registradas daqui pra frente. Se chover bastante, bem acima da média, pode ser que algumas regiões reduzam a severidade da seca”, considera Ferran.
De acordo com o meteorologista, não é possível dizer se abril deve alcançar a média histórica. Isso porque a Funceme só oferece prognóstico para meses separadamente.

O POVO ONLINE

Varejo vê alta de 2% em vendas do Dia das Mães


O Dia das Mães deste ano deve ter uma movimentação maior em relação a 2016, com uma alta de até 2% nas vendas, conforme projeção do varejo cearense. No entanto, o setor ainda mantém cautela, diante da atual situação econômica do País. “Ainda não temos grandes motivos para estarmos otimistas e precisamos ser realistas. O índice de desemprego segue alto”, explica o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Fortaleza, Severino Ramalho Neto. 
Entretanto, ele destaca que o momento é de esquecer os números do ano passado e avalia que, apesar das dificuldades, “o Ceará ainda vive uma situação um pouco melhor que os demais estados, como Rio de Janeiro e Minas Gerais, pois tem sua folha de pagamento dos servidores em dia”, lembra Neto.
Para ele, o comércio tem que manter a criatividade para alcançar o bolso dos consumidores na segunda maior data do calendário do varejo brasileiro, perdendo apenas para o Natal. O tíquete médio, segundo suas estimativas, deve ficar em torno de R$ 100. “Existem muitas opções de vestuário, relógios e óculos para todos os bolsos. É preciso encontrar o presente certo para cada mãe, as pessoas são únicas”, detalha Severino Neto. 
Os parcelamentos permanecem dentro do limite normal, entre três e cinco vezes, porque os consumidores ainda estão com receio de dívida de longo prazo. “Os juros para os consumidores ainda não caíram”, considera o presidente da CDL Fortaleza. Entre os produtos que lideram a intenção de compra dos consumidores fortalezenses para as mães, seguem as roupas, flores, perfumes e acessórios. 
O presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindilojas), Cid Alves, lembra que a base de 2016 foi muito ruim e por isso ele acredita que este ano será melhor. “Acredito num crescimento, mas não mais que 2% em relação a 2016”, aponta. 
Esta elevação deve ocorrer em virtude das fábricas terem repassado alguns benefícios, como o dólar que estava com cotação superior nesta mesma época no ano passado. E ele considera que o parcelamento é uma alternativa neste momento. “De maio para frente, a tendência é que o índice de desemprego seja reduzido e exista uma aumento na demanda por empregos”, diz. 
Para ele, neste período o varejo começa a sentir a melhora, que já foi percebida pela indústria. Entre os setores que devem ser mais procurados estão o vestuário, calçadista e o de cosméticos. “Também pode ser que TV de tela plana venda mais, porque o preço caiu. Acredito que, se não houver transformações na economia e política, maio será o primeiro mês de crescimento constante”, analisa. 
Grande expectativa 
Para Marcela Girão, diretora de marketing da Via Direta, o ano deve ser melhor que o anterior. “Esperamos alta de 10%, pois estamos intensificando nosso programa de fidelidade com descontos especiais. Promoções e brindes também fazem parte do nosso leque de opções”, revela. 
A blusa deve ser o produto de maior saída. O valor médio das compras esperado pela loja é de R$ 250, em virtude de uma campanha que será lançada pela marca em maio.
Interior 
Conforme o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Juazeiro do Norte, Michel Araújo, o saldo das vendas de Dia das Mães deve ser positivo, assim como em 2016. “Esperamos um crescimento entre 1,5% e 2% em cima de 2016”, avalia. Entre os itens preferidos para ocasião estão os eletrodomésticos, roupas, calçados, perfumes e cosméticos, além de tablets e smartphones. Na Região, as pessoas deixam para comprar o presente das mães quando a data vai ficando mais próxima, de acordo com o titular da CDL de Juazeiro do Norte. “Apenas entre 20% e 30% das pessoas compram o presente antes. O resto é em cima da hora”, diz. O ticket médio deve ficar entre R$ 80 e R$ 100.


Diário do Nordeste

segunda-feira, 17 de abril de 2017

"Velozes e Furiosos 8" se torna a maior estreia do cinema.


A oitavo filme da franquia de ação "Velozes e Furiosos" estreou mundialmente na última semana e já tem motivos para comemorar. A obra bateu o recorde de maior estreia do cinema ao faturar US$ 532,5 milhões em bilheteria, desbancando "Star Wars: O Despertar da Força" (US$ 529 milhões) e "Jurassic World" (US$ 525,5 milhões).
O filme estreou em 63 mercados internacionais, ciente de seu apelo comercial além dos Estados Unidos.  Do valor arrecadado, apenas US$ 100,2 milhões foram conquistados nos cinemas norte-americanos. O restante, que equivale a US$ 432,2 milhões, foi conquistado ao redor do mundo. "Velozes e Furiosos 8" alcançou US$ 190 milhões no território asiático, batendo recorde de maior estreia para um filme hollywoodiano na China. 
De acordo com a Variety, a performance do longa-metragem também foi sólida no México (US$ 17,8 milhões), Reino Unido (US$ 17 milhões), Rússia (US$ 14,1 milhões), Alemanha (US$ 13,6 milhões) e Brasil (US$12,8 milhões)
Somando os oito filmes, a franquia arrecadou US$ 4,4 bilhões até agora nas bilheterias mundiais, se tornando o produto de maior sucesso da história da Universal Pictures e a oitava maior bilheteria de uma franquia na história.
Em "Velozes e Furiosos 8", Vin Diesel interpreta Dom, que está de lua de mel com Letty, papel de Michelle Rodriguez, mas a súbita aparição de Cipher, vivida por Charlize Theron, atrapalha os planos do casal. Ela logo arma um plano para chantagear Dom, de forma que ele traia seus amigos e passe a ajudá-la a obter ogivas nucleares.

Zoeira - Diário do Nordeste
 

Linha Sul do Metrofor e três VLTs no radar de estrangeiros


Prestes a ter o PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse) lançado pelo governo estadual - o prazo estimado continua sendo até o fim de abril -, a Linha Sul do Metrofor e os VLTs (Veículos Leves Sobre Trilhos) de Fortaleza, Sobral e Cariri estiveram no radar de consultorias que representam fundos de pensões americanos, segundo revelou o titular da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), Lúcio Gomes.
"Fomos procurados por consultorias que representam grandes empresas. Geralmente, elas (as consultorias) entram em contato porque as empresas não fazem isso diretamente", detalhou o secretário sobre a consulta de três investidores que não querem ter os nomes revelados. Antes de assumir a Seinfra, em janeiro, quando era titular de Cidades, Lúcio Gomes informou com exclusividade ao Diário do Nordeste sobre o objetivo do Estado em licitar trechos do Metrofor e do VLT em dois pacotes.
Na época, contou do interesse da chinesa Railway Rolling Stock Corporation (CRRC) - que estaria de olho em outro projeto, o qual envolve as linhas Leste e Oeste do Metrofor -, o que motivou o governo cearense a promover os estudos para possíveis PPPs (Parcerias Público-Privadas) que envolvem o transporte ferroviário do Ceará.
Processo adiantado
O PMI visa ampliar a participação privada no processo de escolha do modelo de administração do equipamento público, o qual pode configurar-se como PPP, concessão, privatização, dentre outros. "Em janeiro nós enviamos para a Seplag (Secretaria de Planejamento e Gestão, responsável pela finalização do processo) a nossa proposta. Pediram alterações e, até onde sei, está tudo pronto", informou Gomes. A intenção do governo é leiloar os quatro equipamentos em um só lote à iniciativa privada.
"É um pacote completo. Quem arrematar um, arremata todos os outros", acrescentou. Segundo o secretário da Infraestrutura, o PMI para Linha Sul e os três VLTs foi equacionado com mais rapidez se comparado ao outro projeto, vide o andamento das obras de todos estar concluído ou próximo disso - exceto do VLT Parangaba-Mucuripe, em Fortaleza. Exclusivamente sobre este último, Lúcio Gomes afirmou que a operação assistida (com passageiros, mas sem cobrança de passagem) deve ser iniciada em maio deste ano entre a Parangaba e a Avenida Borges de Melo, onde a construção dos trilhos e estações estão prontos. O VLT do Cariri também se encontra, desde novembro de 2016, temporariamente paralisado. O motivo é a construção de viadutos na Avenida do Contorno, em Juazeiro do Norte. A Linha Sul do Metrofor opera comercialmente (cobrando passagem) levando passageiros de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), à Capital de segunda a sábado.
Já o VLT de Sobral mostra-se como o mais adiantado de todos os equipamentos na mira da concessão pelo Estado. Também em operação comercial, funciona de 5h30 às 23h, de segunda a sexta-feira, e hoje (17) inicia a operação da bilhetagem eletrônica - com desconto de até 33% aos usuários que comprarem 25 passagens de uma só vez.
Recursos e mão de obra
Lúcio Gomes ainda informou que, dos recursos previstos para os quatro equipamentos incluídos no PMI, o governo do Ceará deve receber cerca de R$ 85 milhões do governo federal. A quantia, vide o andamento de cada projeto, representa segurança aos planos de concessão.
Ele também destacou como positiva a ação do Metrofor de selecionar 148 funcionários para reforçar a operação da Linha Sul e iniciar a do VLT Parangaba-Mucuripe, no trecho até a Avenida Borges de Melo.
Apesar de temporárias, as vagas de assistente condutor, assistente controlador de movimento, agentes de estação, auxiliares operacionais, assistente operacional administrativo e técnico em segurança do trabalho poderão ter o contrato renovado por mais um ano.
"Linha Sul, VLT de Fortaleza, VLT de Sobral e VLT do Cariri já estão mapeados, e colocamos tudo o que está definido na minuta. A gente já sabe o que vai fazer até o fim do ano e começo do ano que vem", afirmou.
Outros trechos
Apenas a Linha Leste do Metrofor desperta preocupação ao secretário. Após reunião com representantes do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Gomes garantiu o R$ 1 bilhão acertado pelo Banco ao governo cearense para a conclusão das obras do trecho. No entanto, a parte do governo federal - correspondente a mais R$ 1 bilhão - ainda continua indefinida.
"Até temos 'minutado' o texto da PMI da Linha Leste também, mas só podemos soltar quando a questão do financiamento houver sido definida", afirmou o secretário da Infraestrutura.

Diário do Nordeste